sábado, 21 de novembro de 2009

4teto Luís Figueiredo/Júlio Resende regressa à OMT

A primeira sessão (26 de Fevereiro de 2009 - lembram-se?) correu tão bem, que O Teatrão não hesitou em convidar novamente o fantástico 4teto Luís Figueiredo/Júlio Resende a participar na programação musical da Tabacaria da OMT.
Luís Figueiredo, que tem colaborado regularmente com O Teatrão (Cabaré da Santa; A Boa Alma de Setzuan; Canções de Brecht), desenvolve já há algum tempo este seu projecto, ao qual se juntam Júlio Resende (igualmente no piano e rhodes), João Custódio (contrabaixo) e Joel Silva (bateria).

Música Jazz brilhantemente criada e interpretada por jovens talentos, música que nos envolve e nos faz bater o pezinho e desejar que a noite não acabe...
Tabacaria da OMT, 24 de Novembro às 22h. Preço único de entrada: € 5

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

"Dom Quixote (de Coimbra)" estreia na OMT

Encheu-se-lhe a imaginação de tudo o que lia nos livros, não só de encantamentos como contendas, batalhas, desafios, feridas, galanteios, amores, adversidades e disparates impossíveis...
Miguel de Cervantes, in "O Engenhoso Fidalgo D. Quixote de La Mancha"

O Teatrão tem o prazer de anunciar a estreia da sua 44ª produção, Dom Quixote (de Coimbra), feito a partir da obra de Cervante e com excertos das versões de António José da Silva, Monteiro Lobato, Yevgeni Scvarts e Orson Welles.

Diz-nos Jorge Louraço Figueira, responsável pela dramaturgia deste espectáculo: No outro dia, saindo do ensaio, perdi-me nos acessos à auto-estrada, e quando dei por mim estava em São João do Campo, parado a ver um rebanho de cabras atravessar a linha ferroviária antes da passagem do Intercidades. Momentos antes, relendo a obra de Cervantes, diria que pastores, moinhos e azenhas eram coisa seiscentista. Mas não. Afinal eram do século XXI. E foi isso que quisemos sublinhar. Apelidámos esta versão como sendo "de Coimbra", entre parêntesis, porque a personagem principal oscila entre o lugar imaginário de La Mancha e os lugares do Mondego, desde a Serra da Estrela, até à Figueira, passando pela Lusa Atenas, e entre os séculos XVI e XXI. O nosso modelo de Dom Quixote talvez seja mais essa personagem despassarada, com o casaco vestido do avesso, que alguns dizem que era Zeca Afonso, habitando uma Coimbra lunática, do que um velho fidalgo manchego (ainda que de possível origem portuguesa). Dizia Zeca Afonso: "Havia um cartaz da Queima das Fitas que representava um grupo de estudantes a atravessar o espaço, numa réstia de luar, até chegar à Lua dançando de braço dado. Era um bocado essa loucura [...]. Imaginava uma Coimbra além das suas reais dimensões." Se há lugar onde isso é possível, é na Oficina Municipal de Teatro, onde as coisas se transformam perante os nossos olhos.
Procurámos o Quixote que nos fosse mais próximo, e por isso acabámos por fazer uma versão para dois actores e duas actrizes, com um cenário de refugo, um pouco à imagem do que é O Teatrão hoje, pegando nas limalhas, nas sobras, nos restos, para fazer alguma coisa que se veja. Com tanta reciclagem à mistura, parace uma versão ecológica das aventuras de Dom Quixote e do seu fiel escudeiro Sancho Pança, mas não é. A razão pela qual enchemos o cenário de entulho é porque ele representa o uso, a velhice, o desperdício e nos obriga a agir para fazer o novo, o vigoroso, o futuro, a partir do que temos.

Ficha técnica e artística:
Dramaturgia: Jorge Louraço Figueira / Encenação: Isabel Craveiro / Elenco: Inês Mourão, João Castro Gomes, Luís Campos Eiras e Margarida Sousa / Música Original: Afonso Rodrigues e Filipe da Costa / Apoio ao Movimento: Leonor Barata / Desenho de Luz: Jonathan de Azevedo / Dispositico Cénico e Figurinos: Helena Guerreiro / Adereços, Construção e Montagem do Cenário: José Baltazar / Vídeo: Alexandre Mestre / Sonoplastia: Rui Capitão / Fotografia: Paulo Abrantes / Grafismo: Sofia Frazão / Costureira: Fernanda Tomás / Produção Executiva: Isabel Craveiro, Inês Mourão, Leonor Barata e Margarida Sousa / Equipa técnica: Alexandre Mestre, João Castro Gomes, Jonathan de Azevedo e Rui Capitão / Contactos com as escolas: Nuno Carvalho / Produção: O TEATRÃO 2009.

Temporada em Coimbra: 19 de Novembro de 2009 a 09 de Janeiro de 2010
Sessões para público escolar: de Segunda a Sexta às 10h30 e às 14h30
Público em geral: Sextas e Sábados às 21h30

Preço dos bilhetes: entre os € 4 e os € 10

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Primitive ass shakin’ rock! na Tabacaria


Os Black Diamond Heavies são um duo americano, oriundo do Tennessee. A combinação entre John Wesley Meyers na voz e teclado e Van Campbell na bateria resulta num formato explosivo.
A música que fazem é descrita como urgent, raw and full os ass-shaking soul e ao vivo sente-se toda a energia que transpira das suas actuações.Nos seus constantes concertos por todo o mundo já partilharam palcos com alguns notáveis, tais como Kenny Brown, Scott H Biram ou the Immortal Lee County Killers. No nosso país, fizeram a estreia ao vivo nos palcos do Teatro Académico de Gil Vicente, em Coimbra, por alturas do festival de Blues local e no Teatro Municipal da Guarda, no festival In Blues.
O Teatrão e a X-Productions têm o prazer de receber os Black Diamond Heavies na próxima terça-feira, dia 17 de Novembro, na Tabacaria, pelas 22h.
Preço de entrada: 6 euros

sábado, 7 de novembro de 2009

Laura Gibson na Tabacaria

Na próxima sexta-feira, dia 13 de Novembro, pelas 22h, O Teatrão e a Lugar Comum trazem até à Tabacaria a belíssima voz e o extraordinário talento de Laura Gibson. Um concerto a não perder!
Preços: € 8 (geral) e € 7 (para sócios da Lugar Comum)



terça-feira, 27 de outubro de 2009

Um início de Novembro cheio de teatro!

A OMT entra em Novembro com muito teatro! Recebemos nos dias 3, 4 e 5 de Novembro, na Tabacaria, o espectáculo A Viagem, uma criação de Helena Freitas, Marta Filipe e Natália João Cardoso feita no âmbito de uma residência artística no grupo O Celeiro, de Pereira do Campo. A Viagem é uma comédia onde habitam três velhas. Aqui se fala da viagem delas. A viagem da sua vida e as viagens do seu imaginário. Juntas partilham o desejo de sair, de ir para outro lugar, a vitalidade que quer adiar a viagem final e as ironias do destino. A Viagem não pretende tratar a velhice, nem o que lhe é próprio mas colocar questões, tratar e falar sobre o tema do desejo de mudança e de tudo o que nos prende e restringe.
A Viagem abre as portas às 22h00 e a entrada custa apenas 4 euros.
(Foto de João Lobo)
No sábado, dia 7 de Novembro, pelas 21h30, a Sala Grande da OMT recebe em antestreia nacional os Artistas Unidos, com Ana, um texto de José Maria Vieira Mendes encenado por Jorge Silva Melo. Uma mulher, Ana, e um homem, Paulo, em casa, num dia de descanso. Ele, apesar de tudo, irrequieto, parece que assustado, não se saber ao certo com o quê. Ela resolve fazer um chá que o acalme, mas quando voltar a entrar encontrará já outro homem, um que vem de trás, de outro tempo. E o tempo, motor de Ana, continuará a baralhar à medida que formos avançando pelos três dias que fazem por estruturar uma narrativa que se estilhaça e abre. Para o final, uma mulher sozinha, chamando pelo seu próprio nome, à procura de alguém ao seu lado que justifique a existência. Ana conta com a interpretação de António Simão, Pedro Lacerda, Rita Brutt e Sylvie Rocha.
Os preços de entrada variam entre os 5 e os 10 euros.


(Foto de Jorge Gonçalves)

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Canto III - Os Lusíadas

Estavas, linda Inês, posta em sossego,
De teus anos colhendo o doce fruito

Quem não conhece tais palavras?... António Fonseca regressa à Tabacaria, já com o Canto III de Os Lusíadas. É neste canto que vamos percorrer toda a História de Portugal até D. Fernando e encontramos Viriato, Afonso Henriques, a formosíssima Maria, Afonso IV, Leonor Teles e, claro, Inês de Castro, entre tantos outros.

Terça-feira, dia 27 de Outubro, às 22h, na Tabacaria da OMT. Preço único: 4 euros.

Junto deixamos fotografias que registam o dizer dos dois primeiros cantos.


Canto I - 5 de Fevereiro 2009 e Canto II - 28 de Maio 2009
(fotografias de Paulo Abrantes)

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Miss Easy na Tabacaria

A Boa Alma de Setzuan aproxima-se do fim, mas a programação da OMT mantém-se em movimento! Na próxima terça-feira, dia 20 de Outubro, damos lugar a Miss Easy - A Matraphonia Total. Detlef Schafft, José Baltazar e Renato Correia (umas belas e viperinas matrafonas) criam sonoridades a partir de um sax soprano, um sousafone, uma bateria e uma percussão.

Um projecto alternativo da Companhia Marimbondo, da Lousã, e que nos promete um espectáculo divertido e provocador. Terça-feira, 20 de Outubro, pelas 22h, na Tabacaria da OMT. Preço único: 4 euros.



sábado, 10 de outubro de 2009

Canções de Brecht

A Boa Alma de Setzuan é o segundo texto de B. Brecht que O Teatrão leva a cena, depois de O Círculo de Giz Caucasiano (2007). Todas as peças escritas pelo grande dramaturgo alemão têm a característica, entre outras, de possuir uma forte componente musical. Aquelas não fogem à regra, nem nós quisemos deixar de inserir nestes dois espectáculos diversos momentos musicais.
Na próxima terça-feira, dia 13 de Outubro, pelas 22h, na Tabacaria da OMT, reune-se parte dos elencos de ambas as peças para recriar alguns desses momentos.

Uma noite diferente, bem musical e divertida, ao jeito de quem gosta de co(a)ntar uma bela história...

Preço único de entrada: € 4

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Mais Visões Úteis - Adúlteros Desorientados

As Visões Úteis regressam à Tabacaria da OMT, agora com Adúlteros Desorientados.
Um adúltero tenta encontrar justificação para a sua vida dúplice no relato de inúmeros adultérios reais, possíveis e imaginários. Com um humor desconcertante, viaja pelo estado de confusão em que estão submersos os adúlteros, permanentemente obrigados a uma vigilânciaconstante para que a sua opção de vida não se torne transparente aos olhos dos outros. Sempre encarando o adultério como algo a que não se pode escapar... enfim uma vocação, ou até uma metáfora da própria vida.
Terça-feira, dia 6 de Outubro, às 22h00. Espectáculo para maiores de 16 anos. Preço único de entrada: 4 euros.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

The Dad Horse Experience

A Tabacaria da OMT continua a receber projectos alternativos, nacionais e estrangeiros. Desta feita, acolhemos The Dad Horse Experience, um one man show directamente vindo de Bremem (Alemanha). De banjo em punho e com a sua performance desconcertante, The Dad Horse Experience consegue inundar uma sala com tamanho espírito sagrado que nunca imaginámos que pudesse existir. Este projecto gospel celebra a espiritualidade fora da igreja com palavras que todos nós conseguimos compreender.

Ninguém vai querer perder este bilhete de ida para o Céu!

A primeira parte estará a cargo dos conimbricenses Les Porn Groove.

Dia 29 de Setembro, terça-feira, às 22h, na Tabacaria da OMT. Preço único de entrada: 5 euros.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

O Teatrão acolhe Visões Úteis


...Raios te partam! Sempre a atravessar-se no meu caminho, o palerma! São capazes de me dizer como é que um sujeito de trinta e poucos anos, ou seja eu, vive com um instrumento que tudo o que faz é estorvá-lo?

Para a "inauguração" da temporada da Tabacaria da OMT, O Teatrão acolhe as Visões Úteis com O Contrabaixo, um espectáculo onde música e teatro se misturam e que se debruça sobre as desventuras de um homem e do seu contrabaixo. O instrumento mais importante de uma orquestra. O que parece uma velha gorda.

Terça-feira, dia 22 de Setembro, pelas 22h. Espectáculo para maiores de 12 anos. Preço único: 4 euros

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Programação Setembro/Dezembro 2009

Tal como prometido, aqui deixamos a nossa programação até Dezembro de 2009. Acreditamos que irá agradar a muitos e é com entusiasmo que acolhemos tantas - e tão interessantes! - iniciativas. Destacamos apenas, pela novidade, as masterclasses que Jorge Silva Melo e Hélène Beauchamp ministrarão na OMT. Apareçam!

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

A Boa Alma de Setzuan

A nova temporada da OMT estás prestes a iniciar-se e logo com a estreia, no dia 17 de Setembro, da 43ª produção d'O Teatrão A Boa Alma de Setzuan, de Bertolt Brecht.

O Teatrão volta assim ao universalmente conhecido dramaturgo alemão, já visitado em o Círculo de Giz Caucasiano, desta vez numa proposta da encenadora holandesa Corrina Manara, que a companhia convidou para colaborar.

A Boa Alma de Setzuan pretende ser uma reflexão sobre o estado de crise que afecta a sociedade contemporânea e das estratégias que cada um de nós tem de adoptar com vista à sobrevivência.

A prostituta Shen-Té recebe dinheiro dos Deuses e com, ele, abre uma Tabacaria, o que lhe permite deixar essa vida, fazer o bem e ser boa para muita gente. Todavia, a sua bondade acaba por ser explorada no pior sentido e tudo se parece desmoronar quando se apaixona por Sun, que tem o sonho de se tornar aviador. Confrontada com a ruína eminente, vê-se forçada à criação de um alter-ego, o frio e calculista negociante de tabaco Shui-Tá. Esta nova identidade permite-lhe sobreviver num mundo onde impera a ganância e a miséria, tornando-se, à vez, vítima e carrasco.

O espectáculo, acessível a um público com idade superior a 12 anos, estará em cena até 18 de Outubro, com sessões de Quarta a Sábado às 21h30 e aos Domingos às 17h00. O preço dos bilhetes varia entre € 4 (grupos com mais de 10 espectadores), € 5 (estudante/maiores 65 anos/família) e € 10.

Para mais informações ou reservas, por favor contactem-nos para os números 239 714030 e 914 617 383 ou para o e-mail geral@teatrao.com.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Classes de Teatro e de Dança Criativa - Inscrições Abertas

Estão abertas as inscrições para as Classes de Teatro e de Dança Criativa para o ano lectivo de 2009/10. O prazo de inscrição termina no dia 18 de Setembro e as aulas começarão no início de Outubro.

As Classes de Teatro estão abertas a crianças a partir dos 6 anos de idade, a jovens e a adultos e decorrem uma vez por semana, tendo cada sessão a duração de 1h30.

As Classes de Dança Criativa permitem a inscrição de crianças a partir dos 4 anos de idade e de jovens e adultos, igualmente.

Inscrição: € 10 + € 1,5 (seguro escolar)
Mensalidades: € 20

Para mais informações, por favor contactem-nos para geral@teatrao.com, para o 239 714013 ou para o 914 617 383.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Novidades!

O Teatrão está em plena fase de ensaios da sua 43ª produção: A Boa Alma de Setzuan, de Bertolt Brecht, com estreia marcada para dia 17 de Setembro. Deixamos, para já, o cartaz do espectáculo, mas em breve colocaremos aqui mais informações sobre esta nova proposta, bem como da restante programação até Dezembro. Podemos, no entanto, adiantar que muito irá acontecer por aqui: Visões Úteis, Artistas Unidos, D. Quixote, uma Viagem muito especial iniciada em Pereira do Campo, o Canto III d'Os Lusíadas, jazz,... e tanto mais...!



domingo, 26 de julho de 2009

Boas Férias!

Para todos os que estão neste momento de férias (ou quase!), aqui ficam os nossos desejos de que descansem muito, que se divirtam e que se preparem para o muito que irá acontecer proximamente - e não, não estamos a falar (só) das eleições, mas sim das actividades que estamos agora a idealizar para todos.

Estejam atentos às novidades pós-estivais!


segunda-feira, 13 de julho de 2009

Mia Couto e Fassbinder na OMT e "TerraTorga" em Viana do Castelo

Esta semana O Teatrão tem à vossa disposição diversas propostas: enquanto prossegue a carreira de Sangue no Pescoço do Gato, sempre às 21h30 (preço único de entrada: 4 euros), Mia Couto estará na Tabacaria no dia 15 de Julho, quarta-feira, pelas 18h, para apresentação de Jesusalém, o seu mais recente romance. No domingo, dia 19 de Julho, às 17h, O Teatrão levará até ao FESTEIXO o espectáculo TerraTorga. Muitas razões para nos acompanharem, portanto!

terça-feira, 23 de junho de 2009

Mosca Tosca inauguram Jardim das Oliveiras

Numa organização conjunta d'O Teatrão e da Pé de Xumbo, o novo espaço da OMT - o Jardim das Oliveiras - recebe no dia 4 de Julho os Mosca Tosca! Workshop de dança para Pais e Filhos, às 11h30, e Baile, às 22h00, prometem animar o espaço exterior da OMT com muita música e alegria.

Vinda de uma época esquecida, mas ainda viva, esta recente formação de jovens músicos oferecer ao público um espectáculo de ritmos tradicionais europeus dignos de uma lenda épica. Os participantes poderão dançar a pares com valsas lentas e inebriantes ou, se preferirem, dançar em grupo com agitadas coreografias de tirar o fôlego.

Os cinco músicos acompanharão o público nesta aventura onde uma concertina se deixa embalar por uma guitarra, que se permite acompanhar pelas flautas e gaita-de-fole, com o toque subtil de
um piano e um cajón destemido a manter o ritmo.

As danças, agitadas pela música, levam o nosso imaginário a vários países, desde Portugal até outras culturas, como a Alemanha, Estónia, França, Irlanda, Suécia, Reino Unido, entre outros.

Através da criatividade, muitas vezes onírica, as culturas são moldadas com composições originais dos elementos do grupo, sem fugir aos ritmos das danças tradicionais.

O desafio fica lançado... é para ouvir, dançar e sonhar sem limites...

O preço para cada uma das actividades é de 5 euros.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Junho despede-se mas Julho já aí vem!

A temporada de Fios e Labirintos está na sua fase final de percurso, mas Julho traz muitas novidades!
A música dos Sean Riley and the Slowriders, a energia dos Mosca Tosca (que, numa organização conjunta d'O Teatrão com a Pé de Xumbo, nos trará um workshop para Pais e Filhos e um baile!), o fantástico universo de Rainer Werner Fassbinder e o seu Sangue no Pescoço do Gato (projecto do 3º ano de Teatro e Educação da ESEC) ou ainda o lançamento de Jesusalém, o novo romance de Mia Couto. Além disso, continuaremos o workshop com Joana Cardoso (Consigo Interiores), no qual iremos trabalhar a reconversão, a reutilização, a reanimação e a reciclagem de balcões, paredes, cadeiras e mesas da OMT.
Para já, deixamos o cartaz do próximo concerto, já no dia 2 de Julho, mas contamos com a presença de todos no Fios e Labirintos e nos vários workshops que iremos realizar em Junho!


sexta-feira, 5 de junho de 2009

Workshops de Verão - Inscrições Abertas!

O Teatrão irá oferecer diversas propostas de workshops durante os meses de Junho e Julho:

- Iniciação ao Movimento Contemporâneo:
15 a 19 de Junho / 19h30-21h
Público-alvo: adultos
Inscrição:
40 euros, até 12 de Junho

- Comemorações Reencontro com Giacometti:
27 de Junho
Dança Criativa: para
crianças dos 6 aos 10 anos / 16h30
Expressão Dramática: para
adultos / 18h00
Inscrição gratuita, até 26 de Junho

- Expressão Dramática:
26 de Junho a 3 de Julho
Público-alvo: crianças e jovens dos 6 aos 18 anos
Inscrição:
30 euros, até 26 de Junho

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Que Clase de Sexo!

O Teatrão recebe novamente uma extensão do FITEI - Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica. Esta, que será a 32ª edição do Festival, decorre até 10 de Junho no Porto e com extensões na Moita e também em Coimbra. Esta iniciativa mostra uma vez mais o desejo que tem O Teatrão de apresentar a Oficina Municipal do Teatro como espaço de referência da programação cultural nacional e internacional.
Este ano, subirá à cena a Companhia Venezuelana El Theatron, com um texto do dramaturgo italiano e Prémio Nobel da Literatura, Dario Fo - Que Clase de Sexo!
A história desta companhia com mais de 30 anos de existência confunde-se com a intensa actividade artística do seu fundador e encenador Rudolfo Molina, figura de referência do teatro venezuelano e presença assídua no FITEI desde 1973.
Que Clase de Sexo! é um espectáculo construído a partir de vários monólogos ternos centrados nas relações sentimentais e também físicas das mulheres e onde até se dão conselhos às mais jovens como uma lição sobre o assunto.
O espectáculo alterna entre o cómico e a poesia numa linguagem irónica e sarcástica que é já a marca desta companhia. Que Clase de Sexo! tem encenação de Rodolfo Molina e estará em cena na Oficina Municipal do Teatro no dia 10 de Junho pelas 21h30. Os bilhetes custam entre 5 e 10 euros.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx DR

sexta-feira, 22 de maio de 2009

"Refuga" em Lisboa e "Os Lusíadas" em Coimbra

Agora que a temporada de Fios e Labirintos iniciou o seu percurso, O Teatrão prepara outras histórias...
Assim, no próximo domingo (24 Maio), às 18h30, apresentamos Refuga, de Abi Morgan, no Festival PANOS da Culturgest. Quem estiver por Lisboa ou arredores terá uma boa oportunidade para ver o trabalho que os jovens adolescentes que frequentam as Classes de Teatro d'O Teatrão desenvolveram ao longo deste ano. A entrada custa €2,5.
No dia 28 de Maio, quinta-feira, pelas 22h00, António Fonseca continua o extraordinário relato dos nossos feitos, escrito pela mão do grande génio camoniano. Trata-se do Canto II d'Os Lusíadas: perante a iminência de novo ataque, os Deuses protegem a Armada de Vasco da Gama e guiam-na até Melinde, onde os portugueses são recebidos calorosamente e onde o seu Rei pede ao Gama que conte a história de Portugal.
Continuem a acompanhar estas duas grandes epopeias - a de Camões (e nossa também) e a de António Fonseca!
O preço do bilhete é de apenas 5 euros.


5 de Fevereiro de 2009 - o Canto I na Sala de Espera
Fotografia de Paulo Abrantes

segunda-feira, 11 de maio de 2009

O Teatrão estreia "Fios e Labirintos"

Quem disse que a Grécia é antiga...?!

O Teatrão convocou-a e está prestes a estrear Fios e Labirintos, a 42ª produção da Companhia.
Fios e Labirintos tem como ponto de partida o mito do labirinto e o seu habitante mais célebre: o Minotauro. Apresentar este clássico da mitologia grega de uma forma clara a um público jovem representa um grande desafio, tanto mais porque se pretende uma reflexão que ultrapasse a própria narrativa da história, abordando a temática da coragem e das escolhas que cada um de nós faz no labirinto da sua própria vida.
Assim, o Minotauro no seu labirinto, a coragem de Teseu e o amor de Ariadne servem como fio condutor para a construção de um espectáculo onde as várias linguagens se misturam e que, tal como o labirinto, só poderá ser revelado com o fio que pertence a cada um de nós.
Fios e Labirintos irá estrear no dia 21 de Maio, às 21h30, na Oficina Municipal do Teatro. Entre 22 de Maio e 27 de Junho, haverá sessões para escolas de segunda a sexta, às 10h30 e 14h30; aos sábados a sessão, para público geral, é às 11h30. Os preços variam entre os 4 e os 10 euros, havendo um preço especial para famílias no valor de 5 euros.

terça-feira, 5 de maio de 2009

Festival PANOS na OMT - 8, 9 e 10 Maio

Panos - Palcos Novos Palavras Novas é um projecto da Culturgest que alia o teatro escolar/juvenil às novas dramaturgias, inspirando-se no programa Connections do National Theatre de Londres. Através desta iniciativa, todos os anos há peças escritas de propósito para serem representadas por grupos escolares ou de teatro juvenil.
Mais uma vez, O Teatrão associa-se a este projecto e fá-lo de várias formas. Desde logo, com a apresentação do espectáculo Refuga, um texto de Abi Morgan, levado à cena pelos alunos do projecto pedagógico das classes de teatro desta companhia e que foi seleccionado para se apresentar no Festival Panos da Culturgest, a ter lugar nos dias 22, 23 e 24 de Maio, em Lisboa.
Em segundo lugar, com o acolhimento, na OMT, de alguns dos projectos que participam nesta iniciativa, realizando aqui um outro Festival Panos, que, para além do grupo de classes d'O Teatrão, contará com a presença do Grupo de Teatro Persona (EB23 de Moimenta da Beira), igualmente seleccionado para o Festival Panos da Culturgest; com o Clube de Teatro da Escola Padre Benjamin Salgado (Guimarães), e com o grupo do Teatro Viriato (Viseu).
Este festival decorrerá entre os dias 8 e 10 de Maio com várias apresentações diárias: dia 8 (21h30), Refuga pel'O Teatrão (Projecto Classes de Teatro); a 9 de Maio, Nós Numa Corda, de Miguel Castro Caldas, pelo Grupo de Teatro Persona (17h) e o Coro dos Maus Alunos, de Tiago Rodrigues, pelo Clube de Teatro da Escola Padre Benjamin Salgado (21h30); no dia 10 de Maio, às 11h30, apresenta-se uma outra versão de Refuga, desta vez pelo grupo do Teatro Viriato.
Por fim, no dia 10 de Maio, pelas 15h, O Teatrão promove uma conversa-debate na Tabacaria, onde se pretende reflectir sobre as várias propostas apresentadas e sobre a experiência vivida por casa um dos participantes.

V Mostra Teatro Escolar

De 4 a 7 de Maio, O Teatrão acolhe na OMT a V Mostra de Teatro Escolar de Coimbra.
Esta iniciativa, organizada pelas Escolas Secundárias Jaime Cortesão e Quinta das Flores e pelo Nova Ágora - Centro de Formação de Associação de Escolas, conta também com o apoio da Câmara Municipal de Coimbra e das Direcções Regionais da Cultura e da Educação do Centro.
Na edição deste ano participam as seguintes escolas: EB23 da Lousã; EB23 Silva Gaio; EB23 Alice Gouveia; Colégio S. Martinho; EB23 Eugénio de Castro; Colégio S. José; Instituto de Almalaguês; Instituto Pedro Hispano; EB23 Eugénio de Castro; ES Quinta das Flores; ES Avelar Brotero e ES Infanta D. Maria. Todas estas escolas vão partilhar as suas experiências actuando e assistindo aos espectáculos das outras escolas, tornando assim esta Mostra um espaço de encontro entre todos os participantes.
Como forma de encerramento desta semana, a Bonifrates apresentará no dia 7, às 21h30, o espectáculo Eu, tu, ele, nós, vós, eles, uma encenação de Eurídice Rocha a partir do texto de Sérgio Godinho.
As sessões são abertas ao público e a entrada é livre.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

OMT enche-se de música!

Neste fim-de-semana O Teatrão apresenta dois concertos únicos!
No dia 30 de Abril, pelas 21h30, há Gaiteiros de Lisboa, sendo esta a última oportunidade para os ver e ouvir antes de entrarem em estúdio para a gravação de um novo trabalho. Em Coimbra, poderemos assistir à retrospectiva de 15 anos de carreira, com especial ênfase no disco Sátiro que, depois de esgotado, foi há pouco tempo reeditado. O bilhete custa 10 euros.
No dia seguinte, 1 de Maio, a Tabacaria receberá às 22h os d3ö, que aqui virão lançar o novíssimo Exposed, o seu álbum de estreia. Os d3ö, juntamente com os WrayGunn e os Bunnyranch, são uma das bandas pós-Tédio Boys, a mítica banda de rock'n'roll de Coimbra que marcou o panorama musical português na década de 90. Liderados pelo vocalista/guitarrista Toni Fortuna, os d3ö são um power-trio, completado por Tó Rui (guitarra) e Miguel (bateria). Após 3 EP's, surge Exposed, que será editado no dia 27 de Abril. Produzido por Wout Straatman e gravado analogicamente, o disco foi masterizado por Nélson Carvalho nos Estúdios Valentim de Carvalho.
A entrada para este concerto custa apenas 5 euros.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Companhia Paulo Ribeiro na OMT

Foto de José Alfredo

Feminine
é a última criação da Companhia Paulo Ribeiro que explora o imaginário pessoano, a partir do olhar de cinco mulheres, quatro intérpretes de dança e uma actriz. Com esta criação, Paulo Ribeiro descobre um Pessoa no feminino, explorando mais uma vez as diferentes qualidade das intérpretes.

O Teatrão na sua programação tinha previsto a apresentação tanto de Feminine, como de Masculine, outra criação de Paulo Ribeiro. Infelizmente, por motivo de doença de um dos intérpretes de Masculine, essa apresentação, prevista para 22 de Abril, terá que ser cancelada, estando neste momento O Teatrão a negociar a sua apresentação para os meses de Julho ou Setembro.

O Teatrão continua assim a sua aposta na programação de espectáculos de inegável qualidade e com uma linguagem claramente contemporânea.

Feminine estará na OMT apenas no dia 25 de Abril, às 21h30. A entrada custa 10 euros.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Projecto PANOS - "Refuga" estreia na OMT

O Teatrão associa-se, mais uma vez, ao projecto PANOS - Palcos Novos, Palavras Novas da Culturgest. Tratando-se de uma iniciativa que pretende dar a conhecer novas dramaturgias e produções teatrais para a adolescência, O Teatrão participa com o texto Refuga, interpretado pelos jovens que, desde há cinco anos, têm desenvolvido um processo de formação no projecto pedagógico da companhia.

Refuga, escrito por Abi Morgan, situa a sua temática em torno da imigração e do asilo e, sobretudo, na exploração dessa realidade nas vidas de jovens adolescentes. São jovens, como os que se apresentam em palco, cujas vidas se desviaram do sonho/projecto inicial. São jovens que se chamam Kodjo, Ara e Roza, mas que podiam ter outros nomes, mais familiares. São jovens que por circunstâncias diversas se tornaram invisíveis num país estrangeiro. Trazê-los à cena é, de alguma forma, resgatá-los dessa condição.

Refuga estará em cena apenas entre 15 e18 de Abril, sempre às 21h30. A entrada custa € 4.

Paralelamente, O Teatrão irá promover a conversa Fugas/Refugas, com a participação de José Manuel Pureza (FEUP/CES) e de Mónica Frechaut e Isabel Galvão (Conselho Português para os Refugiados), ficando a moderação a cargo de Diana Andringa. Esta conversa terá lugar na Tabacaria no dia 16 de Abril, pelas 18h30. A entrada é gratuita.

Entre 8 e 10 de Maio, a
Sala Grande irá acolher propostas de outros grupos que participam na edição de 2009 do PANOS.

sábado, 4 de abril de 2009

Tabacaria recebe Márcia Santos

Quem é Márcia Santos? Compositora, cantora e intérprete. Artista plástica, desenhadora e realizadora. Licenciada em pintura pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Estudou na escola do Hot Club de Portugal. Lançará em breve o seu primeiro disco em nome próprio. Esclarecidos?

E se acrescentarmos, parafraseando alguém, que "não é preciso mais do que uma voz e uma guitarra para deixar o início da Primavera prenhe de promessas e os lábios (...) marcados por esboços de sorrisos"?

O Teatrão e a Lugar Comum trazem até à Tabacaria uma voz doce que canta acordes que nos embalam e uma poesia simples e desarmante. Dia 9 de Abril, pelas 22h. Preço: 5 euros.

segunda-feira, 30 de março de 2009

"On the Road" na Tabacaria

No ano em que se comemoram os 50 anos da edição de On the Road, obra primordial da Beat Generation, Tó Trips (Dead Combo) na guitarra e Tiago Gomes, lendo excertos do livro de Jack Kerouac, apresentam uma performance que consiste numa banda sonora para aquele livro, acompanhada de um vídeo-beat de Raquel Castro.
Este espectáculo, que O Teatrão traz agora a Coimbra e à OMT, já foi apresentado na exposição Remembering Jack Kerouac, no espaço Av. da Liberdade 211, de onde partiu o convite para esta união em torno da Bíblia da Beat Generation, pela estrada fora, influência para viajantes de todos os tempos.
É de facto a viagem, uma estrada perdida e infinita para onde os dois performers e o vídeo remetem o espectador, para a route 66, América de todos os sonhos que aqui são todas as estradas do mundo: vias rápidas, estradas secundárias, deserto, cidades perdidas na noite e becos sem saída.

On the Road estará na Tabacaria no dia 2 de Abril, às 22h. Será igualmente nesta ocasião que Tiago Gomes lançará a sua Antologia de Poesia Auto-Ajuda.

quinta-feira, 26 de março de 2009

Bucket


"Um balde divide o mundo. Havendo um balde, há o pé que está dentro e o que está fora. De pernas par ao ar é um banco. Com um pé dentro é um gag antigo. Empilhados, uma torre. Numa loja de cristais é um erro, na construção civil uma constante, se tiver um furo é inútil, se tiver muitos, dependurado num ramo de árvore, é um chuveiro. Há baldes que são dois, meio balde de detergente, meio balde de água limpa. Alguns têm tampo, outros têm rodas, quase todos têm asa. Transportam água, guardam o leite e um balde foi à lua e voltou cheio de pedras lunares. E se um dia nos faltarem? Um balde é também um bom ponto de partida para as histórias que se querem contar. "

Que melhor forma de comemorar o Teatro?

Dias 26, 27 e 28 de Março, às 21h30, na Sala Grande da OMT.
Espectáculo para maiores de 16 anos.
Preços entre os 4 e os 10 euros.

terça-feira, 24 de março de 2009

O Teatrão/OMT - Um novo espaço de Coimbra

É já amanhã que O Teatrão reabre a Oficina Municipal do Teatro. De 25 a 28 de Março, sempre às 21h30, abriremos as portas da Sala Grande com música e teatro. Abriremos também o novo café-teatro, agora baptizado de Tabacaria, e que tem uma nova imagem, criada pela Consigo Interiores.
Cabe a António Olaio e João Taborda a abertura das hostilidades, com um concerto (ou será uma performance?) que promete uma viagem musical bem diferente do que estamos habituados. No delírio conceptual das letras e o ecletismo despudorado das melodias, cada canção tem as potencialidades sugestivas de uma imagem. No universo musical de Olaio (músico e artista plástico) e Taborda (músico), nunca chegaremos a saber se estamos num sonho cor-de-rosa ou num daqueles pesadelos de que é difícil sair.
Segue-se, depois, não um super-grupo, mas uma reunião de velhos amigos... Victor Torpedo (Tédio Boys, Parkinsons), Kaló (Tédio Boys, Garbage Cats, Parkinsons, Bunnyranch) e P-Rocha (Garbage Cats, Ruby Ann and The Boppin' Boozers) estão agora todos reunidos e, juntamente com Tracy Vandal (ex-Karelia) e Boz Boorer (guitarrista e director musical de Morrissey), formam os Tiguana Bibles. Tiguana Bibles são pequenos livros de banda desenhada erótica que proliferaram nos EUA entre as décadas de 20 e 60 do século passado. O pico da popularidade destes "comics" aconteceu durante a Grande Depressão e o seu carácter obsceno e ao mesmo tempo machista/racista provocou a clandestinidade da sua comercialização e consequente enorme procura nos meios alternativos.
Em época de recessão mundial, os Tiguana Bibles procuram sair da clandestinidade e furar o espectro alternativo que sempre foi o "habitat" natural dos seus membros. Com o EP "Child Of The Moon", apresentam-nos cinco canções onde se destaca a belíssima voz de Tracy Vandal e que confirma finalmente Victor Torpedo como um óptimo compositor de canções pop.
Entre os dias 26 e 28, o Teatro da Palmilha Dentada oferece-nos Bucket, um divertidíssimo espectáculo onde, nas palavras de Jorge Louraço, "tendo como ponto de partida um objecto banal, para não dizer da loja de chinês, a equipa da Palmilha dedicou-se à pesquisa de variações em torno de um balde de modo a isolar uma teatralidade original, maior que a soma dos talentos e arte de cada um, e que exista para lá dos recursos técnicos e cenográficos e convenções em voga. (...) É um espectáculo em forma de desafio. A estética em movimento do Teatro da Palmilha Dentada cruza os universos mais eruditos com as linguagens mais populares, passando revista ao teatro da nação, (...) com subtileza e talento ímpares, e oferecendo uma saída para os espectadores que se pelam por teatro vivo."
Muitas razões, portanto, para passar pela OMT!

Sejam Bem-Vindos!

sexta-feira, 13 de março de 2009

Bim Bom na OMT

A "Sala de Espera", as we know it, está a chegar ao fim... Depois de poesia, teatro, música folk, jazz, o café-teatro da OMT é invadido pelos sons quentes e apaixonantes da música popular brasileira dos anos 50. Caberá ao Bim Bom Duo, composto por Pedro Almeida (piano, voz) e Fernando Pires de Lima (guitarra), as honras de encerramento da programação da "Sala de Espera", no dia 19 de Março, pelas 22h. É, pois, com a belíssima música de autores que tão bem conhecemos e admiramos - Dorival Caymmi, Antonio Carlos Jobim, Newton Mendonça, Ary Barroso, Carlos Lyra, Vinicius de Moraes, Janet de Almeida, Haroldo Barroso, João Gilberto - que nos despedimos da "Sala de Espera". Na semana seguinte, a 25 de Março, iremos reabrir o café-teatro com uma nova decoração e, claro, toda uma nova programação para a OMT. Estejam atentos!

sexta-feira, 6 de março de 2009

Cenas de Espera II

Seguindo o trabalho desenvolvido a partir das Cenas de Espera I e prosseguindo com o objectivo de utilizar esta Sala de Espera como laboratório de pesquisa, que permite novas experiências, novas temáticas e novas maneiras de nos relacionarmos com o público, surge agora Cenas de Espera II.

Partimos do lugar onde ficámos. As personagens continuam à espera, mas agora já não esperam pelo concreto do quotidiano. Suspendemos o tempo mostrando a sua própria interioridade enquanto esperam.

sábado, 28 de fevereiro de 2009

MU na "Sala de Espera"

Quem veio à OMT ouvir o Canto I d' Os Lusíadas, José Cid ou o Quarteto Luís Figueiredo/Júlio Resende (óptimo, por sinal!), pode agora esquecer as cadeiras, os sofás ou o beber tranquilo de um chá, de uma cerveja ou de um Licor Beirão: está na hora de acolher os MU, o que quer dizer que está na hora de tirar os sapatos, ir para a pista e deixar-se levar por uma música inebriante e repleta de fantasia e energia.
A música alegre dos MU inspira-se nos sons das culturas musicais europeias, usando e fundindo instrumentos de todo o mundo.
Música "folk", dirão uns; de estilo "roufenho, nómada e circense", dirão outros; mas certamente música que é feita para dançar e, quem sabe, transportar-nos para as estepes do Danúbio, o verde das colinas bretãs ou o ondular da brisa de Gibraltar.
Para vê-los e ouvi-los, basta deslocarem-se até à OMT na próxima quinta-feira, dia 5 de Março, pelas 22h. A entrada custa 2 euros, com direito a uma bebida. Aconselhamos vivamente a reserva prévia de bilhetes, pois a plateia tem um espaço bastante limitado.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Quarteto Luís Figueiredo/Júlio Resende



O nosso companheiro Luís Figueiredo, que todos os que assistiram ao "Cabaré da Santa" puderam já ver actuar, tem o seu próprio projecto de jazz. Trata-se do Quarteto Luís Figueiredo/Júlio Resende, que a "Sala de Espera" da OMT terá o prazer de acolher no próximo dia 26 de Fevereiro, pelas 22h. Este Quarteto junta os dois pianistas num projecto dedicado à interpretação de composições originais e à exploração tímbrica de dois teclados. Conta ainda com a presença do contrabaixista João Custódio e do baterista Joel Silva, figuras centrais da jovem geração do jazz em Portugal.

Entrada: 2 euros, com direito a uma bebida

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

O Teatrão apresenta "Cenas de Espera"

A programação Sala de Espera abriu espaço para algumas experiências que têm ocupado os actores d'O Teatrão nos últimos tempos. O facto de começar a existir o conceito de um espaço informal, de maior intimidade com a plateia - o futuro Café-Teatro da OMT - torna muito apetecível o desafio de investigar novos processos de criação.
Cenas de Espera, a apresentar no dia 19 de Fevereiro, é um exercício de teatro, construído a partir da observação de uma Coimbra que habitualmente não vemos. Cada actor trouxe da cidade material de trabalho que guardou na sua memória, pessoas comuns, iguais a nós, com quem nos cruzamos diariamente e que esperam por algo. A recolha foi variada e a partir dela "cosemos" uma possibilidade de dramaturgia que, na próxima Quinta-Feira, discutirá com o público a aparente dificuldade em ver e ser visto. Seja pela velocidade com que vivemos, pela falta de interesse ou por medo, a verdade é que todos ignoramos e nos sentimos ignorados.
No final da apresentação do exercício, propomos uma discussão com o público sobre estas questões. A 12 de Março acontecerá
Cenas de Espera II, ou seja, a criação de um novo exercício sobre a mesma temática.
Esta
espera começa às 22h, na OMT. O preço de entrada é, como habitualmente na "Sala de Espera", de 2 euros, com direito a uma bebida.

(fotografia de Paulo Abrantes)

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

José Cid no Café-Teatro da OMT

Palavras para quê? José Cid dispensa apresentações ou estratégias elaboradas de marketing e publicidade. Estará no nosso café-teatro já nesta quinta-feira, dia 12 de Fevereiro, pelas 22h.
Venha relembrar os clássicos de sempre ou ouvir o que de novo terá para apresentar. Aconselhamos a reserva prévia, pois a lotação do espaço é limitada. Este concerto será, mesmo!, para um pequeno grupo de privilegiados.
Preço: 2 euros, com direito a uma bebida.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Canto I - Os Lusíadas

fotografia de Paulo Abrantes

Deixamo-vos um pequeno registo fotográfico da maravilhosa actuação do nosso caríssimo António Fonseca. Foi, para todos os presentes, um momento único e, acreditamos, histórico. Afinal, não é todos os dias que alguém se aventura a decorar todos Os Lusíadas... Ficou, desde já, marcada a segunda sessão, com o Canto II, em data a definir. Desejamos toda a sorte ao António nesta epopeia "brutal", que continuaremos a acompanhar e a receber na OMT, sempre em primeira mão!

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

O Teatrão inaugura café-teatro

"Cabaré da Santa" está a chegar ao fim, mas o café-teatro da OMT só agora está a começar!

No dia 5 de Fevereiro, pelas 22h00, António Fonseca trará à nossa Sala de Espera a sua leitura e interpretação do Canto I de Os Lusíadas.

António Fonseca, para além da sua actividade como actor e formador, tem-se dedicado ao estudo e leitura de obras maiores da nossa literatura. Depois do Sermão da Sexagésima do Padre António Vieira, que Coimbra ouviu no Mosteiro de Celas em 2008, A. Fonseca propõe, agora, uma interpretação do Canto I de Os Lusíadas.

Se por estes mares nunca antes navegaram, não é necessário sequer passar além da Taprobana! Basta aparecerem na Oficina Municipal do Teatro. A entrada custa apenas 2 euros, com direito a uma bebida!

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Programação Janeiro-Março 2009

Enquanto preparamos a abertura "oficial" da Oficina Municipal do Teatro (OMT), agendada para Março, há uma série de actividades pensadas para um novo espaço que está a surgir: o café-teatro da OMT.

Começámos com uma excelente tertúlia a propósito do centenário da República e da performance "A Carbonária", iremos continuar com a reposição de Cabaré da Santa e, entre sonoridades jazz, folk e de bossa-nova, receberemos José Cid, o Canto I d'Os Lusíadas, teatro e, finalmente, abriremos a OMT com os Tiguana Bibles e o Teatro da Palmilha Dentada.

Para acertarem o vosso calendário com o nosso, é só "clicar" na programação ao lado e verificar todas as actividades previstas e respectivas datas!